Christian Pinheiro – CEO da adMooH fala da relação de confiança que a adMooH estabeleceu com as redes de mídia indoor.

Como era o mercado para as redes antes da adMooH?

O Mercado de DOOH sempre foi muito complexo. As redes de Midia Indoor passavam por um problema. Para serem relevantes, precisavam de alta audiência, ou seja, conquistar pontos de alta rotatividade e fluxo de pessoas, além de ter muitas telas. Sem isso, a relevância se torna apenas local, para anunciantes menores. Manter uma operação técnica de manutenção, além de toda a parte comercial, e ainda expandir, é muito caro e torna esse negócio muito difícil de crescer rapidamente. O crescimento acaba sendo lento e orgânico (embora não consiga se sustentar), o que abre caminho para a concorrência. Desta forma, as pequenas redes acabam optando por um modelo de negócios mais corporativo, atendendo aos clientes como pequenas agências de promoção, usando a tela como veículo, e não tanto como uma rede voltada a anunciantes externos. 

Os benefícios da adMooH para redes de mídia indoor

Quando falamos sobre as redes de mídia indoor, a adMooH entendeu que redes de diferentes porte necessitavam de uma solução que agregasse valor ao produto e resolvesse suas principais “dores”, especialmente ligadas à entrada de anunciantes.

Pequenas redes

Crescimento: ao se conectarem na adMooH, não importa se elas são grandes ou pequenas, já que unem seu inventário ao inventário da adMooH para se tornarem parte de um inventário global. 

Grandes anunciantes: como se unem a um grande inventário, podem se expor aos grandes anunciantes, mesmo sendo pequenas. 

Custos: os custos mensais de um software de gestão e de vendas são altos. Com a adMooH, recebem software para gestão adMooH.Signage , software para venda online em seu site (saiba mais em my.admooh.com), reduzindo custos de vendas, atendimento e software de gestão.

Grandes redes

Venda na cauda-longa: as grandes redes tem dificuldade para atender aos pequenos anunciantes. Estes querem poucas telas, pagando um valor reduzido por dia, o que as grandes redes não tem pessoal, nem foco pra atender. Na adMooH, recebem  toda a tecnologia para essa venda se concretizar mais rapidamente, ampliando suas vendas e entregando seu inventário ocioso para os anunciantes das redondezas anunciarem. 

Inventário ocioso: ao se conectar na adMooH, conseguem vender o calhau, parte ociosa não entregue aos clientes por meio de vendas diretas. 

Possíveis pensamentos de conflito que na verdade não existem!

O primeiro ponto que as redes pensam é no pagamento de uma comissão, que varia de 5 % a 25% dependendo de como o anunciante chega. Mesmo pagando comissão para sua equipe de vendas, tendo custos mensais fixos com salários, encargos, elas tinham receio de pagar essa comissão.

Com o tempo, perceberam que grade ociosa é mais prejudicial do que pagar uma comissão sobre uma plataforma que entrega resultados e anunciantes, e que arca com diversos custos altos de servidores, equipe de pesquisa e desenvolvimento e inovação para trazer tecnologia de ponta para as redes se focarem no seu grande negócio, que é a relação com o local e a abertura de novas telas, e não necessariamente a venda, desenvolvimento de software, nada.

Esse movimento já acontece com hotéis, companhias de aviação e cruzeiros, quando colocam seu inventário em plataformas como Decolar.com, Expedia, Booking.com, ou com quartos e casas, que usam a AirBNB, ou mesmo motoristas usando Uber ou Cabify, 99 etc.

No DOOH, isso ainda é novo, mas cada vez mais as redes estão entendendo que devem cuidar do inventário, e não da venda, já que esta vem de forma cada vez mais programática.

Isso não impede que eles tenham uma equipe para negociar contratos, vender suas qualidades, mas o uso de uma plataforma como a adMooH mesmo nessas negociações trazem diversos benefícios, como segurança para o anunciante sobre os relatórios, possibilidade de abertura de disputas, dinheiro protegido, transparência maior, etc. 

Aproveite e leia também: ADMOOH INCORPORA RECURSO DE BUSCA POR TELAS AUDITADAS PELO IVC

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *